STJ autoriza prisão domiciliar de ex-primeira-dama do Rio de Janeiro


Este pode ser o último fim de semana na cadeia da mulher do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. O STJ (Superior Tribunal de Justiça) acolheu o recurso da defesa da advogada Adriana Ancelmo e converteu a prisão preventiva em domiciliar - no entanto, o processo de soltura só deve ter início na segunda-feira.


Em liminar sexta-feira à noite, a ministra do STJ (Supremo Tribunal Federal) Maria Thereza de Assis Moura manteve os requisitos estabelecidos pelo juiz Marcelo Brêtas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio. A decisão havia sido cassada no início da semana pelo desembargador do TRF (Tribunal Regional Federal) Abel Gomes.


Para deixar o presídio, a ex-primeira-dama deverá comprovar que não terá linha telefônica e acesso à internet em casa.


Adriana Ancelmo e o marido, o ex-governador Sérgio Cabral, estão presos no Complexo Penitenciário de Gericinó, na zona oeste da capital fluminense, desde o fim do ano passado.


Jatobanet com clickpb


Leia mais notícias acessando o portal www.jatobanet.com.br, siga nossa página no Facebook, inscreva-se no nosso canal e veja nossos vídeos no Youtube.

Postagem Recente

Contatos:

(83) 9 9113 4151

(83) 9 9612 6828

 

 

Jatobanet.com.br - Cobertura de Eventos

2005 - 2021 © Todos os direitos reservados.