PF prende ex-ministro Henrique Eduardo Alves


A Polícia Federal (PF) prendeu nesta terça-feira Henrique Eduardo Alves, ex-ministro do Turismo e ex-presidente da Câmara dos Deputados.


O mandado de prisão foi expedido pela Justiça Federal do Rio Grande do Norte e faz parte de um desdobramento das delações da Odebrecht. O ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), já preso em Curitiba, no Paraná, também teve pedido de prisão decretado, ainda de acordo com a Folha.


A operação “Manus” investiga corrupção e lavagem de R$ 77 milhões na construção da Arena das Dunas, em Natal, de acordo com comunicado emitido pela PF. Cerca de 80 policiais cumprem 33 mandados, sendo 5 mandados de prisão preventiva (sem prazo), 6 de condução coercitiva e 22 de busca e apreensão nos estados do Rio Grande do Norte e do Paraná.


A investigação se baseia em provas da Lava Jato, em especial às delações da Odebrecht, que apontam o pagamento de propina a Cunha e Alves, em troca de favorecimento a duas grandes empreiteiras envolvidas na construção do estádio, ainda segundo a PF.


“A partir das delações premiadas em inquéritos que tramitam no STF, e por meio de afastamento de sigilos fiscal, bancário e telefônico dos envolvidos, foram identificados diversos valores recebidos como doação eleitoral oficial, entre os anos de 2012 e 2014, que na verdade consistiram em pagamento de propina. Identificou-se também que os valores supostamente doados para a campanha eleitoral em 2014 de um dos investigados foram desviados em benefício pessoal”, afirma o comunicado da PF.


A operação “Manus” é uma referência ao provérbio latino “Manus Manum Fricat, Et Manus Manus Lavat”, que significa uma mão lava a outra.


Exame.com


Leia mais notícias acessando o portal www.jatobanet.com.br, siga nossa página no Facebook, inscreva-se no nosso canal e veja nossos vídeos no Youtube.

Postagem Recente

Contatos:

(83) 9 9113 4151

(83) 9 9612 6828

 

 

Jatobanet.com.br - Cobertura de Eventos

2020 © Todos os direitos reservados.