Ministro Edson Fachin afasta o senador Cássio da Lava Jato; tucano pode responder por caixa 2


O ministro Edson Fachi, relator da operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, pediu que a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, redistribua o processo que investiga o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), sob a acusação de ter recebido uma suposta propina da empresa JBS, durante a campanha eleitoral de 2014, quando o tucano disputou o governo da Paraíba.

No despacho, Fachin afirmou que o caso envolvendo Cássio não guarda relação com a Lava Jato e por isso ele não deve ser o relator.

Caso a presidente acate o pedido, ela terá que fazer a redistribuição do processo entre os dez membros da Corte. Com isso, Cássio deixa de ser alvo da Operação Lava Jato e passa ser investigado em inquérito sob suspeita de receber caixa 2.

Não há um tempo para que a presidente decida entre acatar o pedido ou não, nem encaminhe a ação para outro ministro.

paraiba.com

Leia mais notícias acessando o portal www.jatobanet.com.br, siga nossa página no Facebook, inscreva-se no nosso canal e veja nossos vídeos no Youtube.

Postagem Recente

Contatos:

(83) 9 9113 4151

(83) 9 9612 6828

 

 

Jatobanet.com.br - Cobertura de Eventos

2020 © Todos os direitos reservados.