Na calada da noite, vândalos estão atacando e destruindo o patrimônio público em Catolé do Rocha

Em Catolé do Rocha sempre existiu a máxima de que o bem público é terra de ninguém, e vez por outra deparamos com algum bem patrimonial público destruído pela ação de malfazejos que tem na índole própria o prazer de destruir algo que embeleza ou é de serventia para a população.


Neste mês de dezembro, foram registrados a incidência de casos de depredação ao patrimônio público municipal, a exemplo das palmeirinhas nos canteiros da Avenida Deputado Américo Maia, e mais recente um banco da Praça Sá Leitão, no centro da cidade.


É preciso que a gestão municipal leve o caso a justiça, e que seja registrado um BO (Boletim de Ocorrência) e que as autoridades competentes investiguem e punam os acusados da prática deste crime, que não só envergonha a nossa cidade, como também traz prejuízos ao bolso do cidadão, já que o bem público é adquirido com recursos provenientes do dinheiro do povo.


O Secretário da Infraestrutura de Catolé do Rocha, Luciano Maia, vem a público pedir o apoio da população para que ajude a conservar praças, canteiros, jardins e bens que compreende o patrimônio público do nosso município, e que no caso de alguém testemunhar a ação dos vândalos, que ligue para o disque denúncia das Polícias Militar e Civil, e denuncie este crime contra o nosso patrimônio. Vale salientar que a denúncia é totalmente anônima, e a pessoa está ajudando a combater a prática deste crime abominável.


CATOLÉ NEWS


Leia mais notícias acessando o portal www.jatobanet.com.br, siga nossa página no Facebook, inscreva-se no nosso canal e veja nossos vídeos no Youtube.


Postagem Recente