Desemprego fica em 12% e soma 12,6 milhões de brasileiros



Apesar da queda no desemprego nos últimos meses, o País ainda tinha 12,6 milhões de pessoas em busca de emprego no trimestre encerrado em novembro, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado significa que há mais 439 mil desempregados em relação a um ano antes, o equivalente a um aumento de 3,6%.


Vinicius Neder, O Estado de S.Paulo


29 Dezembro 2017 | 09h51


RIO – Apesar da queda no desemprego nos últimos meses, o País ainda tinha 12,6 milhões de pessoas em busca de emprego no trimestre encerrado em novembro, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado significa que há mais 439 mil desempregados em relação a um ano antes, o equivalente a um aumento de 3,6%.


A taxa de desocupação no Brasil ficou em 12,0% no trimestre encerrado em novembro. O resultado ficou em linha com a mediana das expectativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que estimavam uma taxa de desemprego de 11,90% a 12,20%, sem ajuste sazonal. Em igual período de 2016, a desocupação medida pela Pnad Contínua estava em 11,9%.


É o menor nível desde o quarto trimestre de 2016, quando a taxa ficou nos mesmos 12,0%, mas, ainda assim, é a maior taxa para trimestres encerrados em novembro desde o início da série, em 2012. A queda na taxa de desemprego vem ocorrendo com aumento da população ocupada, mas a maior parte dos empregos gerados são precários, alertou o coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE, Cimar Azeredo.



Estadão


Postagem Recente

Contatos:

(83) 9 9113 4151

(83) 9 9612 6828

 

 

Jatobanet.com.br - Cobertura de Eventos

2005 - 2021 © Todos os direitos reservados.