Receita bruta do comércio da PB dobra em 10 anos e atinge R$ 40 bilhões em 2016


Em dez anos, a receita bruta de revenda e de comissões sobre vendas no comércio na Paraíba subiu 115% e chegou a R$ 40 bilhões em 2016 na Paraíba, segundo aponta a Pesquisa Anual de Comércio (PAC), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (28).


De acordo com a pesquisa, na série histórica, que começa em 2007, a receita bruta do comércio subiu R$ 21,5 bilhões. Em dez anos, não foi registrada nenhuma queda no valor, que apresentou um aumento de, em média, R$ 3 bilhões por ano até 2013, quando começou a subir cerca de R$ 1 bilhão ao ano.


Em 2016, a Paraíba foi o quinto estado do Nordeste com a maior receita bruta de revenda e de comissões sobre vendas no comércio, ficando atrás de Bahia (R$ 143 bilhões), Pernambuco (R$ 109 bilhões), Ceará (R$ 85 bilhões) e Maranhão (R$ 54 bilhões).


O comércio varejista foi responsável por mais da metade da receita, com uma fatia de R$ 21,2 bilhões em 2016. O comércio por atacado teve uma receita de R$ 15,9, enquanto o comércio de veículos, peças e motocicletas teve R$ 3 bilhões no ano.




Apesar do aumento na receita, o número de pessoal ocupado no comércio tem apresentado queda pelo segundo ano consecutivo. Em 2016, eram 109,9 mil pessoas empregadas no comércio, contra 113,6 mil em 2015. O ano com maior número de empregados no setor foi 2014, com 121,3 mil pessoas ocupadas.


O comércio varejista também é o que emprega mais pessoas, com 81 mil postos ocupados em 2016. No comércio por atacado, eram 19 mil empregados. Já o comércio de veículos, peças e motocicletas foram 9,7 mil pessoas ocupadas.

G1PB

Postagem Recente

Contatos:

(83) 9 9113 4151

(83) 9 9612 6828

 

 

Jatobanet.com.br - Cobertura de Eventos

2020 © Todos os direitos reservados.