CONTROLANDO DANOS NA PANDEMIA: 3 dicas financeiras para enfrentar a crise



1 – Não piore a situação

Em momentos de incerteza e de grandes prejuízos econômicos como esse, é normal se desesperar. Da mesma forma, é comum o pensamento “Jaque”. Explico: quantas vezes, diante de uma situação financeira complexa, como o desemprego, por exemplo, você buscou alívio imediato em compras online, no shopping, supermercado ou, até mesmo, num encontro no bar com os amigos? Apesar de parecer algo natural, esses comportamentos apenas reforçam o que chamamos na economia comportamental de “falácia dos custos irrecuperáveis”, apelidado pela professora Vera Rita de Melo Ferreira de “pensamento Jaque”. “Já que eu tô lascada… deixa eu me endividar mais porque eu mereço!”.


Esse tipo de comportamento, como você deve imaginar, apenas piora a situação. Nos próximos dias, portanto, fique longe de promoções, fique longe da renda variável, desabilite todas as notificações de lojas e e-commerces do seu smartphone, economize energia, negocie as contas fixas como aluguel e mensalidade escolar, fuja do cheque especial, nunca pague o mínimo do cartão e acabe com as tarifas bancárias e com a anuidade do seu cartão.



2 – Aproveite o momento para ganhar dinheiro na Internet

O momento pede criatividade e capacidade de adaptação. Muitas pessoas tiveram os salários cortados ou estão desempregadas, sem poder ir atrás de novas oportunidades na rua. Existem, contudo, diversas possibilidades de renda extra na internet. Algumas possibilidades que eu indico são:


– Trabalhar como afiliado e vender cursos e produtos para ganhar comissão em cima das vendas;


– Responder pesquisas em plataformas online que pagam pela sua opinião;


– Ser cliente oculto, atividade que pode render até R$ 500 por tarefa.



3 – Pause o seu financiamento imobiliário e qualquer outra dívida que puder (desde que não fique mais caro)!

O financiamento imobiliário ocupa, infelizmente, boa parte da renda mensal familiar. A opção de pausar o pagamento das parcelas, que está sendo oferecida pelos principais bancos do País, é excelente para quem está passando por dificuldades financeiras e até mesmo para quem consegue pagar, mas não tem reserva de emergência. Sugiro fortemente que todos que tiverem acesso à pausa avaliem a proposta do banco, tomando o cuidado de analisar se o valor total a ser pago no financiamento foi alterado. Se você descobrir que as parcelas ficarão mais caras após a pausa, negocie uma condição melhor com a instituição financeira.



Expresso PB


Postagem Recente

Contatos:

(83) 9 9113 4151

(83) 9 9612 6828

 

 

Jatobanet.com.br - Cobertura de Eventos

2020 © Todos os direitos reservados.