top of page

Influenza: Paraíba registra ocupação de 89% dos leitos de UTIs pediátricas




A Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou, nesta segunda-feira (15), o Boletim Epidemiológico de síndromes respiratórias nº 04, com dados atualizados dos agravos no estado. De acordo com o documento, até o dia 13 de maio a Paraíba registou 89% dos leitos de UTIs pediátricas ocupados.

Também foram confirmados 285 casos da doença no estado, sendo 156 de Vírus Sincicial Respiratório (VRS); 105 de influenza; 16 de rinovírus; 7 de adenovírus e 1 de parainfluenza. A faixa etária de crianças com idade até 9 anos registrou 217 ocorrências de síndromes respiratórias, das quais 11, infelizmente, evoluíram para óbito. Outras 11 vidas foram perdidas por pessoas de faixas etárias superiores, com destaque para os idosos acima de 60 anos, com 8 óbitos confirmados.

O secretário de Saúde, Jhony Bezerra, explica que os resultados da subtipagem dos casos de influenza A começaram a chegar, e estes confirmaram registros de H1N1. “Esse dado é importante para que a gente conheça os vírus que estão circulando e, com isso, possamos adotar a medida preventiva mais eficiente. Nesse sentido, é preciso reforçar a importância da vacina, que protege contra a H1N1 e previne o agravamento da doença e os óbitos”, orientou.

De acordo com a SES, até agora, a vacinação contra influenza atingiu 43,82% de cobertura nos públicos prioritários. O público infantil (crianças de 6 meses a menores de 6 anos), registrou a aplicação de 111.543 doses e tem cobertura de 35,60%. Os idosos com mais de 60 anos alcançaram 47,23% de cobertura.


Veja boletim na íntegra: De acordo com o levantamento da Secretaria de Estado da Saúde (SES), até o dia 13 de maio, foram confirmados 285 casos de síndromes respiratórias na Paraíba. Deste total, 38 foram de Influenza A (13,33%), 67 Influenza B (23,50%), 156 de Vírus Sincicial Respiratório (54,73%), 07 de Adenovírus (2,45%), 16 de Rinovírus (5,61%) e 01 de Parainfluenza (0,35%).

Destes 285 casos, 108 (37,89%) foram em menores de 1 ano, 80 em crianças de 1 a 4 anos de idade (28,07%) e 29 acometeram crianças de 05 a 09 anos (10,18%).

*As informações de casos confirmados são atualizadas semanalmente, de acordo com os dados do Boletim Epidemiológico de Vírus Respiratórios.


Cobertura Vacinal A vacina contra influenza, que será oferecida até 31 de maio, está com 43,82% de cobertura. O público infantil (crianças entre 6 meses e menores de 6 anos), alcançou 35,60% dos indivíduos. A Paraíba tem 312.277 crianças aptas a receber a vacina e 111.543 doses foram aplicadas neste grupo. Os municípios que mais vacinaram crianças foram Prata, São José dos Cordeiros e Areia de Baraúnas. Já os que menos vacinaram foram Santa Rita, Nova Floresta e Bayeux. Dos 223 municípios paraibanos, 78 estão com porcentagem de cobertura abaixo de 50% no público infantil e 141 estão com cobertura entre 50 e 89%.

*Dados oficiais preliminares (fonte: SI-PNI) extraídos às 16h, do dia 15/05/2023, sujeitos à alteração por parte dos municípios.


Óbitos Até o momento, a Paraíba registrou 22 óbitos por síndrome respiratória, sendo 13 por influenza (um deles com coinfecção com VRS), seis de Vírus Sincicial Respiratório (VRS), dois por Rinovírus e um por parainfluenza. Das vítimas, 11 estavam na faixa etária entre 0 e 7 anos; três tinham entre 39 e 58 anos e oito eram maiores de 60 anos. Os óbitos foram confirmados entre residentes dos municípios de Monteiro (7); João Pessoa (5); Sousa (3); Alagoa Grande (1); Cabedelo (1); Conde (1); Jacaraú (1); Santa Luzia (1); São João do Tigre (1) e Sumé (1).


No momento, a Paraíba está com quatro óbitos em investigação. *Dados oficiais preliminares (fonte: Sivep Gripe e SIM) extraídos às 12h, do dia 15/05/2023, sujeitos à alteração por parte dos municípios.


Ocupação de leitos Para atender ao público infantil, a Paraíba tem 276 leitos de enfermaria e 45 de UTI distribuídos em todo estado. De acordo com o Complexo Estadual de Regulação (CER), a ocupação é de 89% nas UTIs pediátricas e 68% nas enfermarias. Dados do CER confirmam que, nas últimas 24h, 9 crianças foram internadas com sintomas respiratórios nos leitos de referência.



Paraíba Já


Comments


Postagem Recente
bottom of page