top of page

Março registra maior número de morte de mulheres e feminicídios de 2021, na Paraíba




Ao todo, oito mulheres foram vítimas de mortes violentas em março de 2021 na Paraíba. Foram três feminicídios apenas no mês de março, o equivalente ao somatório dos casos de janeiro e fevereiro. O número de feminicídios representa 37,5% dos crimes violentos letais intencionais que aconteceram contra mulheres no terceiro mês do ano. Os números são da Secretaria de Segurança e Defesa Social (Seds), solicitados pelo G1 via Lei de Acesso à Informação.


Em relação a março de 2020, o número de mulheres assassinadas subiu mais de 33%. No ano passado, o mês de março registrou 6 mortes de mulheres e um feminicídio. O aumento no número de feminicídios foi de 200% entre 2020 e 2021, avaliando apenas o mês de março.

No ano inteiro de 2020, o número de feminicídios representou 38% do total de mulheres assassinadas na Paraíba. O número de feminicídios atingiu 36 casos. Além disso, os dados também mostram que duas mulheres morreram por latrocínio, quando acontece o roubo seguido de morte. No total, 93 mortes violentas de mulheres foram registradas em 2020.

Em relação a 2019, o percentual diminuiu em 2020. Ao longo daquele ano, o número de feminicídios representou 52% da quantidade de mulheres assassinadas. De acordo com o Núcleo de Análise Criminal e Estatística, foram registradas 73 mortes de mulheres. O número de 38 feminicídios é superior ao de homicídios dolosos de mulheres, que não têm relação com o gênero. Além disso, os dados também mostram que duas mulheres morreram por latrocínio e outra por lesão corporal seguida de morte. Feminicídio é o assassinato de uma mulher cometido devido ao fato de ela ser mulher ou em decorrência de violência doméstica. Foi inserido no Código Penal como uma qualificação do crime de homicídio em 2015 e é considerado crime hediondo.


G1 PB


Comments


Postagem Recente
bottom of page