top of page

Menino com microcefalia é a primeira criança vacinada contra Covid-19 na Paraíba




Jhin Pirlo Lima Silva, de 5 anos, foi a primeira criança vacinada contra a Covid-19 em toda a Paraíba. O garoto recebeu a primeira dose do imunizante neste sábado (15), em Campina Grande, cidade que deu início à imunização do público de 5 a 11 anos no estado.


O menino tem microcefalia, causada pela síndrome congênita, associada à infecção pelo vírus da zika.


O primeiro lote com 23.600 doses de vacinas Cominarty da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19 chegou à Paraíba no fim da manhã da sexta-feira (14). Neste sábado, os imunizantes foram distribuídos para todo o estado.


A vacinação em Campina Grande começou no início da tarde e foi destinada para crianças com deficiência, autismo e para as que são atendidas Centro Especializado em Reabilitação (CER), onde foram aplicadas. A cidade abriu um pré-cadastro, que deve ser respondido por pais ou responsável, no o site vacinacao.campinagrande.pb.gov.br ou pelo aplicativo Vacina Campina.


Já em João Pessoa, as vacinas começaram a ser aplicadas em crianças neste domingo (16).


A vacinação de crianças desta faixa etária foi autorizada pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) no dia 16 de dezembro.


Em 5 de dezembro, o governo federal divulgou as regras para a vacinação: ela ocorrerá em ordem decrescente de idade (das crianças mais velhas para as mais novas), com prioridade para quem tem comorbidade ou deficiência permanente e para crianças quilombolas e indígenas; sem necessidade de autorização por escrito, desde que pai, mãe ou responsável acompanhe a criança no momento da vacinação; com intervalo de oito semanas – um prazo maior que o previsto na bula, de três semanas.


A vacina infantil tem uma coloração diferente da adulta, para facilitar a identificação, e também têm uma dosagem, composição e concentração menores. O intervalo entre as doses, entretanto, permanece o mesmo, de 21 dias.


G1

Comments


Postagem Recente
bottom of page