top of page

Paraíba recebe vacinas contra Mpox destinadas às pessoas vivendo com HIV



A Paraíba receberá, nesta quarta-feira (15), 200 doses para vacinação do público alvo da ação contra Mpox.

A estratégia do Ministério da Saúde é para a proteção das pessoas com maior risco de evolução para as formas graves da doença, dentro do atual contexto de transmissão observada no país, no caso, as pessoas vivendo com HIV. A distribuição acontece nesta quinta-feira (16), apenas para serviços de referência nas cidades de João Pessoa, Campina Grande e Patos. O secretário de Saúde da Paraíba, Jhony Bezerra explica que “a população a ser beneficiada é o grupo HIV positivo, que é o grupo de risco para a doença. Esse grupo, já acompanhado pelos nossos serviços, com a carga viral considerada baixa e adequada para receber esse imunizante, será atendido em João Pessoa, Campina Grande e em Patos. Devido ao número de doses que foi distribuído e devido ao calendário do próprio Ministério da Saúde, somente essa população será beneficiada. Havendo expansão e mais disponibilidade de doses, seguiremos as orientações do Ministério”, destaca.

De acordo com o panorama epidemiológico da infecção por Mpox, a frequência de óbitos e a ocorrência de morbimortalidade são maiores entre as pessoas vivendo com HIV/aids (PVHA), em especial naquelas com status imunológico de contagem de linfócitos T CD4 inferior a 200 células. Seguindo as recomendações do Ministério da Saúde, o público alvo são pessoas vivendo com HIV/aids (PVHA): homens cisgêneros, travestis e mulheres transexuais; com idade igual ou superior a 18 anos; e com status imunológico identificado pela contagem de linfócitos T CD4 inferior a 200 células nos últimos seis meses. Existem alguns critérios de exclusão desse grupo que são: já ter sido diagnosticado com MPOX e/ou apresentar lesão suspeita de MPOX no momento da vacinação; ter alguma contraindicação para a vacinação. O esquema de vacinação é de 2 doses da vacina MVA-BN Jynneos, com 4 semanas de intervalo (28 dias) entre as doses.

O secretário destaca que, na quarta-feira, haverá uma reunião de alinhamento da vacinação contra Mpox, de forma remota. Participarão da agenda coordenação, profissionais do SAE e responsáveis pela UDN; coordenadores de Imunização das Gerências Regionais de Saúde; coordenadores de Imunização dos Municípios de João Pessoa, Campina Grande e Patos; coordenação e profissionais do CRIE; direção do Complexo de Doenças Infecto Contagiosas Clementino Fraga; e Cosems-PB.

Wscom

Comments


Postagem Recente
bottom of page