Prova de vida poderá ser feita pelo celular a partir desta quinta(20); saiba como baixar e instalar




O procedimento é feito com biometria facial pela câmera do smartphone, e busca substituir a visita anual à agência bancária onde o cidadão recebe o benefício.


O INSS convidará por telefone e e-mail cerca de 500 mil pessoas para o projeto-piloto, e a fé de vida comprovada pelo experimento tem validade equivalente à visita pessoal — ou seja, não será necessário ir ao banco após efetuar o processo no celular.


Para fazer a prova de vida do INSS pelo celular, é necessário baixar os aplicativos Meu INSS e Meu gov.br, disponíveis no Android e iPhone (iOS) e tirar uma foto do rosto com a câmera frontal.


Também é preciso ter em mãos a CNH ou o título de eleitor, já que o app pede a data de emissão da carteira de motorista ou o número do título para comprovar sua identidade.


A prova de vida presencial do INSS está suspensa até dia 30 de setembro devido à pandemia do novo coronavírus, e o teste digital busca avaliar a resposta para implementar a solução remota aos demais beneficiários.


Nesse caso, pessoas sem acesso à Internet ou a um celular com os requisitos mínimos continuarão fazendo a prova de vida nas instituições bancárias.


Os convites para fazer a prova de vida digital devem ser enviados nos próximos dias por mensagens no app Meu INSS ou pelo e-mail cadastrado na plataforma gov.br. A instituição também pode entrar em contato por ligação do 135 (telefone oficial do INSS), ou por SMS do número 280-41.


É importante prestar atenção aos números e, no caso de suspeita de golpe, basta ligar para a Central 135 para verificar e denunciar qualquer contato fraudulento se passando pelo INSS.


Também é imprescindível ter cautela na hora de baixar os aplicativos para fazer a prova de vida digital: “Principalmente agora, no início, poderão surgir muitas mensagens pedindo para clicar em links que podem te direcionar para um aplicativo falso e que seja muito parecido com o verdadeiro”, explica o vice-presidente de produtos da empresa de apps de segurança FS Security Marcus Garcia.



Como fazer a prova de vida do INSS pelo celular

Os participantes do teste selecionados pelo INSS, em parceria com a Secretaria de Governo Digital (SGD) e com o Dataprev, devem possuir título de eleitor ou carteira de motorista, uma vez que a verificação de identidade é feita a partir de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).


Quanto aos requisitos do smartphone, é preciso ter uma câmera frontal funcional e o celular deve rodar, no mínimo, o Android 5 ou o iOS 10 (veja como descobrir a versão do sistema Android ou do iPhone) para fazer a prova de vida digital.


Passo 1. Ao ser convidado para fazer o teste, o cidadão deve baixar o aplicativo Meu INSS. A página inicial exibirá a opção “prova de vida” e, ao selecioná-la, aparecerá uma descrição do procedimento. Após tocar em “iniciar prova de vida”, é preciso instalar o app Meu gov.br no celular;



Abra o Meu INSS para fazer prova de vida pelo celular

Passo 2. Ao entrar com sua conta do gov.br, escolha a opção “autorizações”. A página seguinte mostrará que a autorização da prova de vida está pendente, então selecione “autorizar”. O Meu gov.br requer uma validação facial, que pode ser feita informando dados da CNH ou do título de eleitor;



Acesse o Meu gov.br para confirmar identidade

Passo 3. Para concluir a validação facial, é preciso abrir a câmera frontal no aplicativo e encaixar o rosto no contorno exibido na tela para tirar uma foto. O aplicativo exibirá uma mensagem positiva ao concluir a verificação de identidade;



Dê acesso à câmera para tirar selfie e provar vida

Passo 4. Depois, é só voltar ao aplicativo Meu INSS para confirmar se a prova de vida foi reconhecida. Confirme a prova de vida pelo Meu INSS.



Gazzeta do Reconcavo



Postagem Recente