top of page

Sargento da PM segue internado em estado grave após sobreviver à chacina provocada pelo filho, na PB




Um policial militar sobreviveu à chacina provocada pelo próprio filho, na residência da família, nesse sábado (19), em Patos, Sertão da Paraíba.


O sargento reformado, identificado como Benedito, sofreu um tiro de arma de fogo no tórax e, por a bala ter ficado alojada na coluna, precisou ser transferido com urgência do Hospital Regional de Patos para o de Emergência e Trauma de Campina Grande.


Conforme apurou o Notícia Paraíba, após isso, foi realizado um procedimento cirúrgico e o paciente segue internado na ala vermelha, com estado de saúde considerado estável.


Segundo informações de um dos médicos da unidade, nesse caso o risco de paraplegia é considerado baixo mas, como as vértebras da coluna atingidas ficam na região pélvica, a funcionalidade dos músculos da bexiga segue com complicações, o que pode causar sequelas mais comprometedoras.


O pai tinha ido comprar um remédio para a esposa, quando chegou em casa e se deparou com ela morta com um tiro na cabeça e seu filho mais velho, de 13 anos de idade, com sua arma que estava guardada no escritório da residência.


Ao tentar intervir na situação, o jovem atirou contra o pai e contra o irmão de 7 anos, que ao abraçar o pai ferido foi atingido por um tiro nas costas.


O menor infrator foi apreendido pela Polícia Civil e, após o delegado solicitar à Justiça a internação provisória do adolescente, neste domingo, foi determinado que ele será encaminhado para o Centro Educacional do Adolescente (CEA), localizado na cidade de Sousa.


PB Acontece

Comments


Postagem Recente
bottom of page