Sertão da Paraíba tem aumento de 12,5% em ocupações de UTIs




A 10ª avaliação do Plano Novo Normal, com a análise situacional da pandemia da Covid-19 na Paraíba, foi divulgada nesse sábado (17) pelo Governo do Estado. Entre os números expostos, destacam-se os que se referem às ocupações hospitalares dos leitos de unidades de terapia intensiva (UTIs) para adultos, que mostram que ocorreu um aumento de 12,57% na 3ª Macrorregião de Saúde, que compreende os municípios do Sertão paraibano.


Embora com valores mais discretos, houve também aumento nas ocupações dos leitos de UTI para adultos na 1ª Macrorregião de Saúde (2,86%), que envolve as cidades da Zona da Mata, Agreste e Brejo; e na 2ª Macrorregião de Saúde de (0,86%), abrangendo Agreste e Borborema.



Bandeiras

A nova classificação das bandeiras, que norteiam as medidas preventivas para impedir o aumento no número de casos do vírus, passa a vigorar a partir desta segunda-feira (19). Esta avaliação evidencia o dobro de municípios em bandeira verde desde o último estudo, passando de 13 para 26 cidades com menores restrições.


As bandeiras levam em conta indicadores como percentual de novos casos, letalidade (mortes), ocupação da rede hospitalar da região e percentual de isolamento social.


A 10ª avaliação destaca que municípios classificados em bandeira amarela na 9ª avaliação permaneceram nesta condição, representando 81% dos municípios paraibanos. Constatou-se ainda transições de algumas bandeiras para a bandeira amarela, sendo seis municípios da bandeira verde para a bandeira amarela. Nesta avaliação foram registradas também 25 transições da bandeira amarela para a bandeira verde, que teve sua participação elevada para 11% dos municípios paraibanos. Não houve transição da bandeira amarela para a bandeira laranja, que teve sua participação reduzida para 8% dos municípios paraibanos. Ao todo, 13 cidades paraibanas transitaram da bandeira laranja para a bandeira amarela.



Para o secretário executivo de Saúde do Estado, Daniel Beltrammi, este saldo com o aumento de flexibilizações não significa que a população deve se descuidar em relação à prevenção do vírus. “Este avanço não deve fazer com que relaxemos nas medidas de segurança já conhecidas pela população, que consistem no uso de máscara, lavar as mãos e manter o distanciamento social. Estas práticas são importantes para que sigamos avançando contra a doença”, frisou o secretário.


As informações completas da 10ª Avaliação do Plano Novo Normal, bem como a lista de municípios por bandeiras com suas respectivas avaliações para o critério e a íntegra da nota técnica estão disponíveis neste link. Portal Correio


Postagem Recente

Contatos:

(83) 9 9113 4151

(83) 9 9612 6828

 

 

Jatobanet.com.br - Cobertura de Eventos

2020 © Todos os direitos reservados.